08/08/2019 às 17h11min - Atualizada em 08/08/2019 às 17h11min

​'Causos' de uma psicóloga

Quando a letra vai além da melodia

Glícia Moura - Portal Gurguéia

Dra. Glícia Moura é Psicóloga, Especialista em saúde mental e apaixonada pelo estudo do comportamento humano.
Outro dia minha filha de 14 anos veio toda alegre me falando: - mãe, não vejo a hora do lançamento da nova música da Marília Mendonça, tá top! A senhora vai amar!

Eu respondi: beleza, quando lançar não esquece de me mostrar.

Passados alguns dias, eu, até então tinha esquecido tal assunto, lá vem ela toda empolgada! Só que dessa vez já com a música no celular para eu ouvir, com direito a clipe e tudo! Ouvi contagiada pelo entusiasmo dela.

Em seguida lá vem a pergunta: e aí mãe? O que a senhora achou? 

Eu respondi: horrível!

Ela, intrigada com a minha resposta fez eu explicar o porquê. 

Eu disse: Filha, presta atenção a letra!

" A garrafa precisa do copo/O copo precisa da mesa/ A mesa precisa de mim/ Eu preciso da cerveja/ Igual eu preciso dele/ Na minha vida/ Mas quanto mais eu vou atrás ele me pisa.../ Quem eu quero não me quer/ Quem me quer não vou querer/ Ninguém vai sofrer sozinho/ TODO MUNDO VAI SOFRER" (Marília Mendonça)

Aí ela respondeu: credo mãe! A senhora é a única pessoa no mundo que observa letra de música! Estou falando da balada! Não é boa? A letra se for ver é feia mesmo.

Eu respondi que da balada eu gostei, ia até baixar para mim!

Então comecei a refletir, será que só eu mesmo presto atenção a essas letras? E os outros pais e mães de crianças e adolescentes?

Essas músicas se tornam "hinos" que ficam no inconsciente e as pessoas terminam de certa forma seguindo o que elas dizem e/ou achando certos comportamentos normais.

Não que eu seja contra ouvir, até gosto, não proíbo minha filha de ouvir, meu marido escuta também; mas, estou aqui tentando chamar a atenção dos pais no sentido de alertar aos filhos de vocês para que reflitam sobre o que estão ouvindo. Querem outros exemplos?

" Quando for beijar alguém/ Testa esse beijo em mim/ Antes de amar alguém/ Testa esse amor em mim/ ME PRENDA, ME USA E NÃO SAIA/ Aceito esse emprego de cobaia" (Lauanda Prado - Cobaia)

" Quer ficar com ela, fica/ Mas fique sabendo que vou ser seu caso para o resto da vida " (Maiara e Maraisa - Não abro mão  - DVD Reflexo).

" Amor é igual a gasolina.  Custa caro, dura pouco e pode ser substituído pelo álcool " (Wesley Safadão)
Gente em que mundo estamos? Pais, vamos ACORDAR!

Glicia Moura- Psicóloga, Especialista em saúde mental, mãe, esposa, amiga, filha, irmã, estudante, apaixonada pelo estudo do comportamento humano, “Bombril”, mil e uma utilidades...

Link
Relacionadas »
Comentários »