04/10/2019 às 14h25min - Atualizada em 04/10/2019 às 14h25min

Bolsonaro foi fotografado com preso envolvido na morte de Marielle

É a segunda vez que o presidente é visto em fotografias ao lado de uma pessoa supostamente envolvida no assassinato da vereadora Marielle Franco

Flávio Fonseca - Portal Gurguéia

Preso nesta quinta-feira (3), o professor de artes marciais Josinaldo Lucas Freitas, detido por suposto envolvimento no assassinato da vereadora Marielle Franco e do motorista Anderson Gomes, tinhas nas suas redes sociais duas fotografias com o presidente Jair Bolsonaro.
 

As imagens foram publicadas pela revista Veja, que indica ter tido acesso às mesmas em julho, mas ter optado por não divulgar por conta das investigações.

A revista reportou ainda que não existe, no processo, nenhuma referência a qualquer ligação entre Jair Bolsonaro e Josinaldo Lucas Freitas, preso sob a acusação de ter atirado ao mar as armas usadas no homicídio de Marielle.

O advogado de Josinaldo, conhecido como 'Djaca', defende que o seu cliente é um atleta e que, portanto, "tem fotografias com muita gente".

Esta não é a primeira vez que uma pessoa ligada ao homicídio da vereadora aparece em fotografias com o presidente. Em março deste ano começou a circular na internet uma fotografia do antigo polícia militar Élcio de Vieira Queiroz, detido pelas autoridades por suposta ligação ao assassinato de Marielle, com Bolsonaro. A imagem teria sido publicada em 4 de outubro, véspera do primeiro turno das eleições presidenciais.

Élcio, de 46 anos de idade, acusado de ter conduzido o carro usado na morte de Marielle, foi detido na mesma ocasião que o polícia militar reformado, Ronnie Lessa. As investigações apontam para que tenha sido Ronnie a efetuar os disparos e Élcio seria o seu motorista durante o crime.

Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Comentar
(caracteres restantes: 500)
Envie a sua sugestão de pauta ou matéria
Fale conosco
Fale conosco, envie a sua sugestão de pauta ou matéria: