06/11/2019 às 12h34min - Atualizada em 06/11/2019 às 12h34min

Bonjesuense conquista medalha em Olimpíada Nacional de Ciências

Pedro Gabriel Ceccato Barili tem 14 anos e é aluno da Coopelg

Flávio Fonseca - Portal Gurguéia
Pedro Gabriel Ceccato Barili tem 14 anos de idade e estuda no 9º ano da Coopelg – Cooperativa Estudantil Lourdinha Gomes.

Nasceu em Teresina, capital do Piauí, filho de Patrícia e Alexandre Barili, que no ano de 2001 saíram da longínqua cidade de Santa Rosa, no Rio Grande do Sul, para residir em Bom Jesus, junto com a filha Isabela, que na época tinha apenas 1 ano de idade.

Pedro Gabriel sempre foi uma criança tranquila, observadora, curiosa e com grande facilidade com jogos e quebra-cabeças. Possui facilidade de comunicação e um respeito inato pelas pessoas e pelos animais.

Desde cedo despertou o interesse pela leitura e naturalmente foi desenvolvendo maior interesse pela matéria de ciências, pela natureza e o pelo universo como um todo. 

A Coopelg desempenhou um papel fundamental na formação do Pedro Gabriel, seja pelo incentivo, seja por todo o aporte de conhecimento e disciplina necessários para aprimorar o gosto pelos estudos.

Outros quatro Bonjesuenses se destacaram e receberam menções honrosas, Saulo Rangel Almeida Alves ( 9º Ano) – Cooperativa Educacional Peniel, Alliny Santos Cavalcante, Reinaldo Esdras de Sousa   e  Dina Paula Sousa Guedes ( 3ª série E.M) – Cooperativa Educacional Lourdinha Gomes. 

A Olimpíada Nacional de Ciências (ONC)integra o Programa Ciência na Escola e é uma realização de quatro Sociedades Científicas: a SBF (Sociedade Brasileira de Física) a ABQ (Associação Brasileira de Química) o INSTITUTO BUTANTAN e a SOCIEDADE ASTRONÔMICA BRASILEIRA ; ela resulta de um convite do Ministério de Ciência, Tecnologia e Inovação (MCTI) às Sociedades e se destina a estudantes do Ensino Médio e do último ano (9º ano) do Ensino Fundamental.
 
Alunos de todo o país foram  inscritos para participar da Olimpíada. Ao todo, são mais de 1400 cidades brasileiras que tem representantes nesta edição da Olimpíada Nacional de Ciências.

“Essa capacidade de unir os alunos de Norte ao Sul do país é algo que só o conhecimento consegue fazer. Nosso objetivo é garantir a participação de todos os alunos, de todas as regiões do Brasil, para assim, promover um despertar nacional do saber e do conhecimento”, concluiu o coordenador da ONC.


 
Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Comentar
(caracteres restantes: 500)
Envie a sua sugestão de pauta ou matéria
Fale conosco
Fale conosco, envie a sua sugestão de pauta ou matéria: