BOM JESUS | Conheça a história de vida de Missilane Elias

Mulher Determinada: vendeu a própria aliança para realizar o sonho da filha!





Chegou em Bom Jesus na década de 80 e aqui constituiu família; casada com Elisandro Magno   e mãe de Suéllem Lohany e Ítalo Lohan (20 e 19 respectivamente); seu terceiro bebê faleceu logo ao nascer.

Na infância chegou  a quebrar, pedras juntamente com os irmãos para ajudar a família.
Apaixonada por esporte, jogou futebol e vôlei mas não  teve êxito (naquela época poucas eram as oportunidades de crescer pelo esporte em nossa cidade).


“Aos 19 anos me casei e não consegui concluir o segundo grau no ano 2000. Minha filha Suéllem Lohany nascia no ano 2000, e decidi dá toda atenção que ela merecia, no ano seguinte chegou meu filho Ítalo Lohan, ali estava eu com 2 crianças pequenas, sem poder trabalhar ,eu e meu esposo passamos por muitas dificuldades, em 2003 nascia minha caçula que por obra do destino faleceu no mesmo ano, nos deparamos com a seguinte situação, “desempregados com filhos pequenos e sem completar os estudos” foi aonde buscamos forças em Deus para superar nossas dificuldades, lembrei muito da frase que minha mãe me dizia “nunca pare de estudar. Foi aonde eu e meu esposo decidimos que um de nós teria que voltar a estudar o outro iria trabalhar. Eu voltei a estudar, levava meus dois filhos junto para a escola, graças a Deus conclui o ensino médio em 2003 e  meu esposo concluiu em 2006. Aprendi a bordar fazer crochê e fazia para vender para ajudar nas despesas, meu esposo trabalhava de moto taxi, depois ele conseguiu trabalho em uma empresa e eu coloquei algumas coisas para vender em casa.

Em 2007 já com meus filhos com 7 e 6 anos decidi que era hora de trabalhar fora, então consegui uma vaga como vendedora no Armazém Paraíba onde passei  quase 5 anos. Em 2013 consegui passar no Enem quem diria depois de 10 anos sem estudar mas nunca deixei de sonhar em fazer o curso dos meus sonhos e o melhor na minha cidade. Concluí a graduação de Bacharelado em Direito em 2018. Tive outras experiências profissionais como (garçonete) pois sempre busquei superar a mim mesmo. Fiz o curso de formação de vigilante em 2012, e passei dois anos exercendo a função de vigilante patrimonial na empresa Eletrobrás, deixei a função de vigilante pois tinha que focar na minha graduação que exigia muito de mim, teve momentos que pensei em desistir pois voltar a estudar depois de 10 anos não foi fácil mas eu tinha motivos maiores para não desistir”.



Em 2019 sua filha decidiu se casar e sonhava com  a festa de Casamento e isso corroía Missilane que via a filha sonhar e  esse sonho tão longe de  realiza-lo. Como nada em sua vida foi fácil e mesmo assim ela não desistiu:  “vendi até minha própria aliança para realizar o sonho de minha filha; minhas amigas me ajudaram com a decoração quase toda artesanal feita por nós mesmas e o jantar feito por uma mãe que ama incondicionalmente”.


No ano de 2020 com o cenário político favorável devido algumas mudanças na legislação eleitoral para o registro de candidaturas femininas , ela decidiu se candidatar a vereadora de Bom Jesus;  outro desafio ainda maior todos nós iriamos enfrentar a pandemia da covid – 19 em um ano eleitoral. Tudo mudou, o mundo mudou, como fazer campanha política em uma crise sanitária?  

"Busquei me preparar em pouco tempo e buscar um novo meio de levar a mensagem pois devido as restrições por conta da pandemia mudaria- se a forma de fazer eleições, então busquei meios: fiz alguns vídeos com algumas de minhas propostas, dei entrevistas em rádios, usei a internet, fiz algumas visitas. Não obtive êxito em chegar a câmara municipal, mas tenho certeza que a mensagem foi levada, a importância da participação de mulheres na política, pois só com a efetiva participação feminina nos espaços de poder podemos falar sobre democracia. Hoje posso analisar minha trajetória de vida até aqui e a certeza que tenho é que cada passo que eu dei foi para meu crescimento pessoal, profissional, familiar e social. Não tenho arrependimentos pois todas as experiências vividas me ajudaram a ser a mulher que sou hoje.

Hoje posso me definir como uma mulher de coragem, mesmo em situações em que o medo existe pois o medo é fundamental para a sobrevivência, seja qual for o grau de complexidade. Vou continuar buscando por meio do estudo e do conhecimento alcançar meus objetivos, pode ser que demore um pouco mais não irei desistir”.

 “Se você quer atingir um objetivo na vida mais o medo de falhar te impede, vá com o medo mesmo pois ele é fundamental para nossa sobrevivência”,
destacou essa guerreira
chamada Missilane Elias.



Fale conosco ou participe do nosso grupo do WhatsApp




COMENTÁRIOS







VEJA TAMBÉM



BOM JESUS  |   17/04/2021 08h31

Bom Jesus - PI
 




BOM JESUS  |   14/04/2021 14h56

Bom Jesus - PI
 

BOM JESUS  |   13/04/2021 19h50

Bom Jesus - PI